JovemGuarda_Logo(PNG)
Final da Página
www.edimilsonmendes.com
* ODAIR JOSÉ * - Biografia
_Odair_Jose

ODAIR JOSÉ, Odair José de Araújo, nasceu no dia 16 de agosto de 1948 em Morrinhos (GO), cantor, compositor e Instrumentista. Filho do Senhor CONCEIÇÃO JOSÉ DE ARAÚJO e Dona ANTONIO RODRIGUES DE ARAÚJO.

Terceiro dos cinco filhos do casal, cujos irmãos são: (Luiz Gerci / Lurdes Rodrigues de Araújo / Maria Alice / e, o jornalista e compositor Donizeti, o caçula).

Com 10 anos, aprendeu a tocar violão, piano e gaita. Dois anos depois, transferiu-se para Goiânia.

Começou sua carreira artística como Crooner, na adolescência até os 17 anos de idade. Em 1968, mudou para o Rio de Janeiro, onde passou a se apresentar em boates e circos nos subúrbios cariocas.

Ficou conhecido nacionalmente como "O terror da empregadas", pelo sucesso alcançado entre o público feminino das camadas populares. Sua primeira composição gravada foi "Chato e Atrevido", lançada por Denise Barreto, pela Odeon, em 1970. No ano seguinte, foi levado por Rossini Pinto para a CBS, onde lançou seu primeiro disco, o compacto simples com suas músicas "Minhas Coisas" e "Meu Céu é Você". Em 1972, ainda pela CBS, gravou o seu primeiro LP intitulado "Meu Grande Amor". A sua consagração nacional veio em 1973, quando lançou em compacto simples a música "Uma Vida Só - Pare de Tomar a Pílula", sem dúvida, o seu maior sucesso. Ainda no mesmo ano, participou com Caetano Veloso do show Phono 73, no qual interpretaram em dueto outra composição sua que virou hit nacional: "Vou Tirar Você Deste Lugar". Ainda naquele ano fez sucesso também com as músicas "Cristo, Quem é Você?", parceria com Silva Santos e "Eu, Você e A Praça", de sua autoria.

Lançou vários LPs ao longo da sua carreira e é considerado um dos ícones do que se convencionou chamar de estilo brega-romântico. Em 2005, num pleito realizado pela Revista de Domingo do Jornal do Brasil, averiguando os 10 discos que emplacaram não um, mas diversos sucessos ao mesmo tempo, entre os mais variados estilos e épocas, o cantor se classificou em nono lugar: "Pare de Tomar a Pílula", de 1973, que estourou na mesma época juntamente com "Cadê Você?", "Deixe Essa Vergonha de Lado" e "Revista Proibida".

Em 2006, recebeu homenagem, através do CD "Vou Tirar Você Desse Lugar - Tributo a Odair José", pela gravadora Allegro, em que nomes do pop rock lhe dedicam interpretações, relendo sucessos e temas menos conhecidos da carreira do compositor. Entre os participantes do tributo estão Zeca Baleiro ("Eu, Você e A Praça"), Leela ("Ninguém Liga Pra Mim"), Pato Fu ("Uma Lágrima"), Picassos Falsos ("Esta Noite Você Vai Ser Minha"), Mombojó ("Ela Voltou Diferente"), Jumbo Elektro ("A Noite Mais Linda do Mundo") e Arthur de Faria e seu Conjunto ("Uma Vida Só - Pare de Tomar a Pílula"). Nesse período, Odair lançou o CD "Só Pode Ser Amor", pela Deckdisc, com composições inéditas. Procurado por jornais e revistas, o compositor afirmou que o tratamento a ele dado pela mídia tornou-se muito menos preconceituoso nos anos 2000, do que no auge de sua carreira, quando "Uma Vida Só- Pare de Tomar a Pílula") se tornou um sucesso e que grande parte de seu público no terceiro milênio passou a ser de jovens. .

Odair José - "Biografia"
Início da Página
 
www.edimilsonmendes.com                                    Atualizado em Abril de 2017                                    Copyright © 2008 - osósia